Treinamento de Força e Lesões

Data: 06 e 07 de outubro/2017 (Sexta e Sábado) Horário: 08:00 as 12:00h

Público Alvo: Profissional de Educação Física, Fisioterapeuta, Terapeuta Ocupacional e Médicos – Ortopedistas e Fisiatras.

Principais questionamentos sobre o assunto a serem esclarecidos.
Como podemos intervir no tratamento das diversas lesões e dores osteomioarticulares no treinamento de força (musculação)?
Porque nos lesionamos?
Quando deve ser iniciado o treinamento de força diante da gravidade da lesão?
Quais exercícios selecionar para o tipo específico da lesão?
Como manipular as variáveis do treinamento como a amplitude de movimento, a intensidade, o volume de treino, e os métodos de treinamento em relação à gravidade da lesão, considerando o nível de condicionamento e as individualidades biológicas?
Como garantir os resultados sem recidivas?

Conteúdo abordado:
Serão abordas as principais lesões osteomioarticulares, como:
-Artrite e especificidades;
-Lesões musculares;
-Lesões de coluna: hérnia de disco, espondilolistese, estenose do canal lombar, lesões cervicais e lombares;
-Lesões de ombro: lesões do manguito rotador, síndrome do impacto, bursite, luxação, lesão de labrum, tendinites;
-Lesões de quadril: síndrome do impacto fêmoroacetabular, lesão de labrum, bursite trocantérica, tendinites, síndrome do piriforme;
-Lesões de joelho: lesões do menisco, lesões do LCA, LCP, LCM e LCL, lesão da pata de ganso, lesão do trato íleotibial, do tendão quadricipital, da TAT, condropatia patelar (condromalácia), síndrome da dor fêmoropatelar, entorse do joelho, sinovite, cisto de Baker;
-Lesões de tornozelo e pé: entorse do tornozelo, ruptura de tendão de Aquiles, entorse de tornozelo, fascite plantar, esporão de calcâneo, neuroma de Morton, joanete;
-Orientações das condutas gerais do tratamento.

Docente – minicurrículo

*Esp. Carolina Nery Machado de Oliveira

• Graduada em Educação Física (UFG)
• Graduada em Fisioterapia (UNIVERSO)
• Especialista em Fisiologia do Exercício e Avaliação Morfofuncional
• Especialista em Treinamento de Força e Condicionamento Físico
• Atua em academias como Personal Trainer e Fisioterapeuta no tratamento de lesões através do treinamento de força e fricção transversa profunda.

TREINAMENTO FUNCIONAL – 4HORAS

Serão abordadas diferentes metodologias de treinamento funcional direcionadas aos objetivos específicos do aluno como hipertrofia, emagrecimento, condicionamento esportivo e como atividade motivacional para o desenvolvimento das habilidades motoras.

Descrição

Data – 06/10/2017 (Sexta-feira) Horário: 18:30 as 22:30h

Principais questionamentos sobre o assunto a serem esclarecidos.

O treinamento funcional tem o objetivo de hipertrofia?

Quais as regras importantes utilizadas na elaboração de um treinamento funcional?

O treinamento funcional pode ser realizado por qualquer indivíduo, ou tem restrições?

Quais os métodos do treinamento funcional são mais eficazes? Como direcioná-los de acordo com os objetivos específicos?

Qual o critério de escolha dos exercícios para compor uma aula de treinamento funcional?

Qual a influência das bases biomecânicas nas bases do treinamento funcional?

Conteúdo abordado

-Treinamento de movimentos corporais com objetivos específicos, realizado com variedades de métodos, seguindo os princípios básicos do treinamento desportivo, com objetivo de tornar o corpo mais inteligente (Winkelman 2013). Um programa de exercícios físicos dirigido para estimular o sedentário à prática de atividade física, melhorando a condição cardiovascular e neuromuscular do indivíduo.

-Aspectos biomecânicos do treinamento funcional

-Exercícios para o treinamento das habilidades motoras

-Exercícios para iniciantes, intermediários e avançados

-Métodos do treinamento funcional

Docente – minicurrículo

*Me. Nozelmar Borges de Sousa Júnior

Graduado em Educação Física (UEG)
Mestre em Morfologia e Biologia Geral (UFG)
Certificado pelo CORE 360
Certificado FMS
Experiência com Treinamento Funcional em academias desde 2000.

MÉTODOS DE TREINAMENTO PARA EMAGRECIMENTO – 4 HORAS

Os estudos mais recentes tem nos mostrado que o treinamento de alta intensidade e curta duração é a melhor opção para quem quer emagrecer e com a vantagem de não demandar muito tempo, sendo importante para a manutenção das pessoas na prática de exercícios. Veja como intensificar o treinamento de força e alcançar resultados excelentes de perda de gordura!

Descrição

Data – 07/10/2017 (sábado) Horário – 13:30 às 17:30h

Público alvo: Profissional de Educação Física e Nutricionistas

Principais questionamentos sobre o assunto a serem esclarecidos.

Por que a musculação executada com alta intensidade apresenta mais resultado para emagrecimento do que os métodos tradicionais?

Quais são os métodos intensificadores de musculação mais indicados para pessoas de nível de condicionamento iniciante, intermediário e avançado?

Como mudar corretamente o treino de musculação para garantir o aumento satisfatório do metabolismo de repouso?

Há como ter resultado fazendo musculação em casa?

Como potencializar o emagrecimento através do treinamento resistido?

Conteúdo abordado

-Escolhas dos exercícios

-Métodos de treinamento resistido para emagrecimento

-Prescrição do treinamento para o iniciante, intermediário e avançado

-Periodização do treinamento

-Como prescrever o treinamento resistido para ser realizado de forma eficiente em casa

Docente – minicurrículo

*Vinícius Fagundes dos Reis

Graduado em Educação Física –UNIVERSO
Pós graduando em Treinamento de Força e Nutrição Aplicada
Personal Trainer

LIBERAÇÃO MIOFASCIAL – 4 HORAS

As técnicas de liberação miofascial são muito usadas para eliminar os trigger points (locais hiperirritáveis que acometem o músculo, a fáscia, o tendão e outros tecidos), diminuindo dor e gerando funcionalidade para os músculos e as articulações.

Descrição

Data – 07/10/2017 (sábado) Horário – 13:30 às 17:30h

Público alvo: profissional de Educação Física e Fisioterapeutas.

Principais questionamentos sobre o assunto a serem esclarecidos.

Como se formam os nódulos de tensão conhecidos como trigger points no dia a dia, com a prática de exercícios, no esporte ou no trabalho?

Por que os trigger points causam dor?

Qual a influência dos trigger points na prática de exercícios, nas atividades diárias, no trabalho ou no esporte?

Como a liberação miofascial interfere no alívio da dor ocasionada pelos trigger points?

Quais as técnicas de liberação miofascial e quais as mais indicadas em cada caso?

Existe diferença na aplicação de liberação miofascial entre sedentários e indivíduos bem condicionados?

Conteúdo abordado

-As diferentes hipóteses sobre a formação dos trigger points

-A dor neuropática e a dor nociceptiva

-A investigação sobre a causa do trigger point

-Os efeitos fisiológicos da liberação miofascial

-As técnicas de liberação miofascial e indicações específicas

Docente – minicurrículo

*Me. Samyra Nery Machado Mello

Docente do curso de Educação Física da UNIVERSO-GO
Graduado em Educação Física – ESEFEGO (atual UEG)
Especialista em Treinamento de Força (Gama Filho–RJ)
Especialista em Fisiologia do Exercício (FMU– SP)
Mestre em Atividade Física e Saúde (UCB-DF)
Atua em academias como Personal Trainer com treinamento de força e liberação miofascial para melhora da dor, da saúde e motivação à prática de exercícios.

ESCOLA DA BOLA – UMA VISÃO PEDAGÓGICA E METODOLÓGICA DA FORMAÇÃO DE FUTEBOLISTAS – 8 HORAS

Os critérios mais importantes para planejar e executar a metodologia adequada para o ensinamento do futebol e os princípios básicos do futebol moderno.

Descrição

(8horas – R$100,00)

Data: 06 e 07 de outubro/2017 (Sexta e Sábado) Horário: 18:30 as 22:30h (Sexta)

13:30 as 17:30h (Sábado)

Conteúdo abordado

-Reflexões sobre a formação de futebolistas

-Fatores que influenciam na formação de futebolistas (Jogo informal x prática deliberada; futebol de rua; jogos reduzidos; futsal; fases sensíveis; feedback; tomada de decisão)

-Realidade do futebol brasileiro

-O Professor / Treinador do século 21

-Pedagogia do futebol: princípios, condutas e intervenções pedagógicas

-Processos de treinamento: etapas do planejamento e execução da aula / treino; princípios de organização da aula / treino

-Metodologia de ensino-aprendizagem

-Mudanças de paradigmas no ensino do esporte

-Pedagogia tradicional do esporte x novas tendências

-Conceitos básicos do futebol moderno

-Case GOIÁS EC
Docentes – minicurrículos

*Rubens Fantato

Graduado em Gestão Esportiva (UNIVERSO)
Gestor Esportivo Graduado na Universidade Salgado de Oliveira – Goiânia-GO (2004). Coordenador Geral do Departamento de Iniciação Esportiva de Futebol – Goiás EC (2004 a 2011)
Coordenador Geral do Departamento de Futebol de Base – Goiás EC (2011 / 2012)
Coordenador do Departamento de Captação – Goiás EC (2012 / 2014)
Gerente Executivo do Departamento de Futebol de Base – Goiás EC (2014 / 2016)
Analista de Jogo do Departamento Profissional de Futebol – Goiás EC (atual).
Ex atleta e Treinador de Futebol profissional, com passagens em clube nacionais e internacional.
Provisionado em Futebol pelo CREF 14. Pontifícia Universidade Católica de Goiás.

*Esp. Flávio Augusto de Araújo Rosa

Graduado em Educação Física (UNIVERSO)
Especialista em Futebol e Futsal- A Ciência do esporte e a Metodologia do treinamento (Gama Filho – RJ)
Especialista em Futebol (Universidade Federal de Viçosa)
Docente da pós graduação de Futebol (Estácio de Sá-RJ)
Treinador da categoria Sub-11 e professor da Iniciação Esportiva (Escola de futebol – Goiás Esporte Clube).

EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR: INTERVENÇÕES INTELIGENTES PARA UMA PRÁTICA DIFERENCIADA – 8 HORAS

Aprenda como planejar as atividades da Educação Física Escolar, valorizando a diversidade de conteúdos e as diversas estratégias metodológicas de ensino. Atividades pré-desportivas, jogos integrados, gincanas escolares e brincadeiras com vivências e experimentações motoras, treinamento funcional e atividades desportivas.

Descrição

Data: 06 e 07 de outubro/2017 (Sexta e Sábado) Horário: 08:00 as 12:00h

Público alvo: Profissional de Educação Física, Pedagogos.

Principais questionamentos sobre o assunto a serem esclarecidos.

Como organizar os conteúdos a serem ministrados nas aulas de Educação Física Escolar?

Como desenvolver um trabalho relevante e significativo na escola, nos diferentes níveis de ensino?

Como planejar as atividades da Educação Física Escolar, valorizando a diversidade de conteúdos e as diversas estratégias metodológicas?

Qual a importância de eventos como gincanas e jogos internos?

Educação Física e ENEM: como abordar esse tema no Ensino Médio?

Conteúdo abordado

-Fases básicas do desenvolvimento infantil.

-Elementos da psicomotricidade.

-O acompanhamento da inteligência múltipla para melhor intervenção.

-Métodos e sequências pedagógicas eficazes no desenvolvimento das atividades propostas.

-Psicomotricidade e Educação Motora no desenvolvimento do repertório motor na educação infantil.
-Atividades pré-desportivas, jogos e brincadeiras com vivências e experimentações motoras para o ensino fundamental.

-A combinação do treinamento funcional, das atividades desportivas e alternativas para o ensino médio.

-Jogos internos, integrados e gincanas escolares.

-A Educação Física e o Enem.

Docentes – minicurrículos

*Esp. Neilon Carlos Santos

Docente do curso de Educação Física da UNIVERSO
Graduado em Educação Física (UFG)
Especialista em Docência Universitária (UNIVERSO)
Gestor da DNA Assessoria Esportiva
Professor de Educação Física do Colégio Olimpo

*Esp. Jhonathan Charllys de Oliveira

Graduado em Educação Física (UNIVERSO)

Especialista em Educação Física Escolar (ESEFFEGO)
Professor de Educação Física escolar na Escola Luz do Saber
Professor palestrante na área de Psicomotricidade, Educação Física escolar, Educação Física infantil, jogos e brincadeiras e Iniciação em Atividades Circenses.
Possui experiência na área de Educação Física Escolar, atuando e contribuindo principalmente com o trabalho de: Educação Motora; Psicomotricidade e Desenvolvimento Infantil.
Preside o EPEFE (Encontro Permanente de Educação Física Escolar) contribuindo com o fortalecimento e valorização da área em prol de profissionais mais qualificados e consequentemente aulas prestadas com maior nível de excelência.
Sócio Proprietário da D’SPORT Assessoria Esportiva, empresa que presta e atende serviços de forma terceirizada à condomínios horizontais e verticais para a prática de exercícios.